quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Vem, tem cultura!

Oi, pessoal, estou de volta. Aproveitei as férias acadêmicas e a tarde livre para conhecer o Palácio-Museu Olímpio Campos, alvo da polêmica do poeta desnudo, no ano passado. Vocês sabem do que estou falando, não é? Mas, não é disso que vamos falar. Farei apenas um resumo histórico do local,  os mínimos detalhes você descobrirá ao visitar.
Hall de entrada


O Palácio foi criado para funcionar como sede do governo e residência do governador na capital sergipana, Aracaju, após sua transferência de São Cristóvão.
Foto 1: Parte externa do café
Foto 2:Hall de entrada
O casarão denominado “Palácio Olímpio Campos”, como uma homenagem ao jornalista, professor e sacerdote Monsenhor Olympio de Souza Campos, cuja personalidade política ganhou destaque em todo território nacional, especialmente como deputado federal, presidente do estado e senador.
Foto 1: Lustre
Foto 2: Detalhe de um portal
Foto 3:Escultura do hall
A visita é permitida nos seguintes espaços: No térreo pude conhecer o Hall de Entrada, Espaço Província, Galeria dos Governantes Republicanos, Espaço Olímpio Campos, Espaço Fausto e Olímpio, Sala Cidade de Aracaju, Galeria de Arte; no pavimento superior conheci a  Sala de Espera, Sala de Reunião, Sala de Recepção, Salão Nobre (espaço encantador, móveis, pinturas, objetos de decoração...) Gabinete do governador, Sala íntima, Quarto do Governador, Salão de Jantar, varanda e dois quartos de hóspedes. Uma oportunidade de conhecer um pouco da história política e cultural de Sergipe. O passeio dura aproximadamente uma hora. Infelizmente, a administração do Museu-Palácio só permite fotografias do Hall de Entrada.

Após a visita aproveitei para conhecer o Café do Museu, um local bem aconchegante, arejado. O café-livraria é Administrado por uma senhora argentina Marta e seu esposo sergipano Manoel. Além dos preços acessíveis, conhecer o café é uma oportunidade de colocar o espanhol em dia. Marta, apesar de entender muito bem o português, não fala nosso idioma. No café também encontramos livros de diversos autores sergipanos.

Foto 1: O café do Museu
Foto 2: Brownie+Soverte=R$6,00



Tive que provar o brownie com sorvete, paguei apenas R$6 pela guloseima. De boa qualidade e de preço acessível. A simpatia da Marta é um detalhe à parte e não tem preço que pague... Ouvir um sotaque estrangeiro na terrinha das Araras e dos Cajus me deu a sensação de estar fora da cidade, ao mesmo tempo em que, deu-me a sensação de valorização da nossa cultura. A qual, nem sempre conhecemos. Uma boa pedida! Com certeza voltarei.
Mais informações sobre o Palácio-Museu: www.palacioolimpiocampos.se.gov.br.
Reservas, entregas e pedidos do Café do Museu: (079) 9964-4231 ou pelo e-mail: cafedomuseuaju@gmail.com



José Rivaldo Soares

1 comentários:

Henrique Silva disse...

Simplismente Magnigico! Otima apresentação!